Negócios pequenos e Medos gigantes

Publicado em 07/04/16



Um dos maiores sonhos que rondam o empreendedorismo atual é ser referência e ponto final, ser o primeiro a vir na cabeça do consumidor quando se é pensado no produto, ser os novos chiclete, gilete e correios do Brasil, independente do nível em que seu negócio esteja inserido. Mas, o que poucos entendem, é que não dá para ser referência sem ter inicialmente relevância para o mercado. E é sobre ser relevante que vamos falar hoje, precisamente sobre o que fazer para não ser somente necessidade como influência para a sua persona.                                          

Muitas das empresas locais que querem ter vendas mais efetivas e prospectar mercado, simplesmente não têm a coragem de tentar o que hoje está dando resultado: Marketing de Conteúdo. Com mindsets como -que ainda não reúnem todas as competências necessárias- ou que -o retorno financeiro não é lá essas coisas- tais empresas perdem oportunidades de crescimento, por exteriorizações de um medo interior maior: o de não ser capaz de se virar diante do desconhecido.

Quando falamos de marketing de conteúdo estamos falando da estratégia que é até 62% mais barata e até 3x mais efetiva que os meios de marketing tradicionais, logo, por que o medo? Hoje, é emergencial entender que um bom gerenciamento de mídias sociais é estágio básico do marketing digital e não um diferencial da sua marca. Entendido isso o próximo passo vai além de conhecer profundamente as necessidades e dificuldades dos seus clientes, os truques e golpes da concorrência, os atalhos dos fornecedores e parceiros, a maestria para lidar com seus colaboradores, as mágicas das técnicas de vendas e a lógica dos números do negócio. Você precisa criar um posicionamento positivo da sua marca, e isso se faz gerando conteúdo valioso, coerente e acessível.                                                                                                                                       

Você não precisa entender só do seu produto para ter boas vendas, não precisa entender de lavanda para ser dono de uma perfumaria, ou saber dançar para abrir uma boate, você precisa entender é de gestão, isso inclui o que vai dar engajamento, atrair, reter e aumentar a receita da sua empresa e o marketing de conteúdo está aí para isso. Você precisa estar onde o seu público-alvo se encontra. 

Tenha uma contact list, posicione sua marca, faça bons relacionamentos e produza conteúdos de relevância. Entregar esses conteúdos de forma gratuita ao público é uma forma de aproximação e não desvantagem, você estará educando toda uma audiência que não só consome como também influencia, sendo essa a estratégia decisiva no fator da compra.  Lembre-se que eles não estarão comprando somente seu produto ou serviço, mas as dicas, posicionamentos e opiniões da sua empresa. O
consumidor tende aumentar a credibilidade da marca ao observar que ela tem um cuidado relevante para seus clientes. E a tendência é que eles virem fãs da marca ao começarem a se identificar com o conteúdo. Coloque seu negócio fora do espectro de inferioridade e terá uma certeza: de fome você não morrerá.  


Gabriela Brasil

Publicado em 07/04/16


BrandingNegóciosPerformancePlanejamentoTendências


Comentários

Rua Desembargador Régulo Tinoco, 1302, Empresarial Barro Vermelho, Sala 05,
Barro Vermelho, CEP 59022-080, Natal - RN
+55 84 3034 9243 - Segunda à sexta-feira das 9h00 às 18h00